Aula 7

Participe da discussão

2 comentários

  1. Refazendo a pergunta:Se o nosso protetor secundário nos impulsiona a ultrapassar limites ( o que acho necessário, já que ousar nos leva ao crescimento), e se nosso guardião impede, qual é a importância de se ter o protetor secundário?

    1. A questão é excelente e a resposta também. Nesse sentido o espírito protetor secundário não impede mas tenta nos avisar sobre limites que não devam ser ultrapassados, devido as Leis de Deus, suas consequências e também as regras do mundo material. No curso O Metodo foi tratado a questão de Limites e respeito as Leis. É nesse sentido que o espírito guardião atua. O Secundário também é responsável pela nossa sobrevivência, instinto e força para conseguirmos viver, apenas não se deve ultrapassar determinados limites, como roubar, tomar o que não é seu, enganar etc, e é aí que entra o Guardião. Essa briga entre os dois é que faz o espírito primário evoluir cada vez mais com essas experiências.

Deixe um comentário